Title: Avaliação socioeconômica de potenciais corredores de alta velocidade para transporte de passageiros no Brasil
Authors: Silva, Marco Antonio Boareto da
metadata.dc.contributor.other: Mezadre Pompermayer, Fabiano (Orientador)
Publisher: Escola Nacional de Administração Pública (Enap)
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Monografia/TCC
metadata.dc.description.physical: 32 páginas
Issue Date: Aug-2020
metadata.dc.rights.holder: Marco Antonio Boareto da Silva
metadata.dc.rights.license: Termo::Autorização: O autor da obra autorizou a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) a disponibilizá-la, em Acesso Aberto, no portal da ENAP, na Biblioteca Graciliano Ramos e no Repositório Institucional da ENAP. Atenção: essa autorização é válida apenas para a obra em seu formato original.
Classificação Temática: Gestão Pública
Meio Ambiente
Abstract: Atualmente, as HSRs (High-Speed Rail, “Ferrovias de Alta Velocidade”), comumente aplicadas ao redor do globo ao transporte de passageiros, são um dos maiores vetores de desenvolvimento econômico regional no mundo. Tomando como exemplo o caso chinês, elas foram uma das principais agentes de transformação da geografia econômica regional em termos de: uso do solo, mercado imobiliário, turismo e eliminação de desigualdades sociais. Sua adoção promoveu a conexão de longas distâncias entre regiões densamente povoadas e regiões em desenvolvimento em curto intervalo de tempo (Zhenhua Chen, 2019). Na dimensão ambiental, o setor de transporte é responsável por impactar diretamente tanto a saúde humana quanto as emissões de gases de efeito estufa, o que sugere a necessidade de elaboração de melhores políticas públicas para prover bem-estar e qualidade de vida à população. O foco deste trabalho foi o desenvolvimento de uma abordagem comparativa de avaliação de potenciais alternativas de corredores de transporte de passageiros em nível interregional, por meio de uma Análise Custo-Benefício (ACB) preliminar do traçado obtido quanto aos custos de implantação, operação e seus respectivos benefícios diretos e indiretos para a sociedade, como aumento de bem-estar social, redução de consumo de energia e emissões de gases de efeito estufa. Os efeitos econômicos espaciais induzidos foram determinados por um modelo de equilíbrio geral computável através da inserção exógena dos choques dos investimentos estimados e a respectiva queda de preços calculada tomando como referencial básico de dinâmica econômica nacional a matriz de insumo produto elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE (IBGE, 2015).
Keywords: análise socioeconômica;  Ferrovias de Alta Velocidade;  transporte de passageiros;  transporte ferroviário;  meio ambiente;  avaliação
Target: Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como parte dos requisitos para obtenção do grau de Especialista em Gestão Pública Ambiental.
Target Audience: Interessados em Gestão Pública Ambiental.
metadata.dc.educational.context: 384 horas.
Sustainable Development Objectives (ODS): 09. Inovação infraestrutura - Construir infraestrutura resiliente, promover a industrialização inclusiva e sustentável, e fomentar a inovação.;  15. Vida terrestre - Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da Terra e deter a perda da biodiversidade.
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/6206
Appears in Collections:Especialização Enap - Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC)
Files in This Item:
File SizeFormat 
EGPA_TCC_Marco Boareto.pdf5,01 MBAdobe PDF View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.