Title: Gobernaciones y nueva gestión pública en Venezuela
Authors: Henríquez, Haydée Ochoa
Publisher: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
Revista do Serviço Público (RSP)
Endereço Eletrônico: http://seer.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/263/268
Language: Idioma::Espanhol:español:es
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Artigo
metadata.dc.description.physical: Número padronizado: v. 54, n. 1 (2003) Revista do Serviço Público - RSP, ano 54, n. 1, p. 79-98
Issue Date: Jan-2003
metadata.dc.rights.holder: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
metadata.dc.rights.license: Termo::Licença Padrão ENAP::É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
Classificação Temática: Gestão Pública
Abstract: A fines de los ’80, el Estado venezolano inició una descentralización político-territorial produciendo cambios en las gobernaciones, instancias receptoras de competencias en este proceso, las cuales realizan reformas a través de la estrategia selectiva, incorporando algunas de la propuestas de la nueva gestión pública. Este trabajo explora estas reformas. Se observan: diferencias entre los servicios sociales y los relacionados directamente con la economía; privatización de éstos; traspaso a la sociedad civil de algunos servicios sociales, creación de entes descentralizados; automatización de procesos; flexibilización laboral; iniciativas con lento avance en rendición de cuentas por resultados y capacitación para una nueva cultura administrativa. En conclusión: la tendencia es a la conformación de una gestión pública eficiente sobre la base de la reducción del aparato estatal, de costos sociales, así como de costos y conflictos laborales y escasa incorporación de las propuestas de participación que permiten profundizar la democracia y promover el bienestar social.
Ao final dos anos 80, o Estado venezuelano iniciou uma descentralização políticoterritorial, produzindo trasformações nos governos, instâncias receptoras das competências nesse processo. Os governos realizam reformas por meio de estrategia seletiva, incorporando algumas das propostas da nova gestão pública. Este trabalho explora essas reformas. Observam-se: diferenças entre os serviços sociais e os relacionados diretamente com a economia; privatização desses serviços; transferência à sociedade civil de alguns serviços sociais, criação de entes descentralizados; automação de processos; flexibilazação laboral; iniciativas com lento avanço na prestação de contas por resultados e capacitação para nova cultura administrativa. Em conclusão: a tendência é a conformação da gestão pública eficiente sobre a base da redução da burocracia estadual, de custos sociais, assim como de custos e conflitos laborais e escassa incorporação das propostas de participação que permitem consolidar a democracia e promover o bem-estar social.
By the end of the 80’s, the Venezuelan State initiated a territorial-political process of decentralization that led to changes in state governances. These state governances dependencies are the ones responsible for conducting reforms throughout selective strategy which incorporates some of the proposals made by the new public management. This article explores such reforms in terms of eight issues: differences between social services and those related to economy; privatization of such services; transfer of some social services to civil society; creation of decentralized agencies; automation of procedures; labor flexibility; initiatives with slow advance of reports based on results; and training in a new administrative culture. The article concludes that there is a trend to create an efficient public management on the basis of reduction of state bureaucracy, social costs as well as costs, labor conflicts and scarce participation of proposals leading to consolidate democracy and to promote social wellbeing.
Keywords: gestão pública;  governança;  administração;  bem estar social;  reforma administrativa;  Venezuela
Target: Explorar a presença do paradigma da Nova Gestão Pública na reforma administrativa realizada por governos da Venezuela.
Target Audience: Servidores públicos
Especialistas e interessados em políticas públicas e gestão governamental
metadata.dc.description.additional: ISSN Impresso: 0034-9240
ISSN Eletrônico: 2357-8017
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1314
Appears in Collections:Revista do Serviço Público: de 2001 a 2010
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2003 Vol.54,n.1 Henriquez.pdf50,44 kBAdobe PDF Thumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.