Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/3226
Title: Avaliar os avanços e identificar os desafios do programa de erradicação do trabalho infantil – PETI no Brasil
Authors: Miranda, Luciano de Paula
metadata.dc.contributor.other: Quinhões, Trajano Augustus Tavares (Orientador)
Baesso, Amarildo (Examinador)
Publisher: Escola Nacional de Administração Pública (Enap)
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Monografia/ TCC
metadata.dc.description.physical: 54 p.
Issue Date: 2013
metadata.dc.rights.holder: LUCIANO DE PAULA MIRANDA
metadata.dc.rights.license: Termo::Licença Padrão ENAP: É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
Classificação Temática: Desenvolvimento Social
Políticas Públicas e Sociais
Abstract: Este trabalho possui como finalidade verificar a atuação da principal política pública executada no ramo da proteção social à criança e ao adolescente em situação de risco, o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil - PETI, bem como identificar os principais problemas e desafios associados à gestão e implantação do programa no Brasil. O PETI concede uma bolsa, por meio da sua integração com o Programa Bolsa Família – PBF, às famílias de crianças e adolescentes de 7 a 15 anos em substituição à renda obtida com tais formas de trabalho. Em contrapartida, as famílias têm que matricular seus filhos na escola e fazê-los frequentar a Jornada Ampliada. Os problemas são desde culturais, que consistente na desconstrução e desnaturalização da ideia do trabalho infantil como prática benéfica, até causas como: a falta de renda mínima, a ineficiência do sistema educacional brasileiro e o desejo do trabalho precoce de muitas crianças e adolescentes. Dados e das informações foram obtidos por meio de uma revisão bibliográfica, utilizando-se de artigos acadêmicos, pesquisa na internet dos portais oficiais dos órgãos federais responsáveis pela gestão e fiscalização deste programa. Foram observados resultados positivos com relação a esse tipo de política pública adotada pelo governo. Longe de ser a solução de todos os males, o índice de crianças trabalhando no Brasil decresceu nos últimos anos, o que significa dizer, apesar de não ser a medida mais eficaz, principalmente quando aplicada de forma isolada, sem acompanhamento ou fiscalização, que no mínimo é uma medida viável quanto à redução da desigualdade e aumento na renda média das famílias mais pobres.
Keywords: trabalho infantil;  políticas públicas;  Programa PETI;  enfrentamento;  proteção social;  desigualdade social;  renda média;  pobreza
Target: Curso Gestão de Políticas Públicas de Proteção e Desenvolvimento Social – 2ª edição
metadata.dc.description.additional: Trabalho de conclusão de Curso de Especialização, como requisito para obtenção do grau de Especialista em Gestão de Politicas Públicas de Proteção e Desenvolvimento Social - 2ª edição, pela Escola Nacional de Administração Pública.
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/3226
Appears in Collections:Especialização Enap - Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Luciano de Paula Miranda.pdf573,18 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.