Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1793
Title: A reforma gerencial brasileira em questão: contribuições para um projeto em construção
Authors: Brulon, Vanessa
Ohayon, Pierre
Rosenberg, Gerson
Publisher: Escola nacional de administração pública (Enap)
Revista do Serviço Público (RSP)
Endereço Eletrônico: http://seer.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/99/95
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Artigo
metadata.dc.description.physical: Revista do Serviço Público - RSP, v. 63, n. 3, p. 265-284
Issue Date: Jul-2012
metadata.dc.rights.holder: Escola nacional de administração pública (Enap)
metadata.dc.rights.license: Termo::Licença Padrão ENAP::É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
Classificação Temática: Administração Pública
Modernização. Reforma Administrativa
Abstract: Mudanças no cenário internacional, avanços dos meios de informação e inovação tecnológica colocam as instituições públicas frente a grandes desafios. Neste sentido, foi instaurado por meio legal o processo da Reforma do Estado e da Administração Pública no Brasil, em 1995. O modelo propôs a transferência de práticas das empresas privadas para o setor público, em busca de uma administração gerencial. O presente artigo resulta de uma reflexão acerca do processo de implementação da reforma do Estado e das suas consequências na administração pública brasileira. Assim, tem por objetivo identificar as possíveis vulnerabilidades presentes no processo de reforma gerencial brasileiro. Este trabalho finaliza apontando algumas causas que levaram ao descrédito da reforma por parte das instituições pública brasileiras, como a dificuldade das organizações públicas de se ajustarem à nova estrutura organizacional designada pelo Estado, a resistência à mudança imposta pela reforma, bem como alguns pontos positivos provenientes dessa, entre os quais se pode destacar a criação de diversos programas governamentais com o intuito de melhorar a gestão pública ou a cooperação dos órgãos públicos a fim de reduzir os seus orçamentos e gastos.
Los cambios en el ámbito internacional, los avances en la tecnología de los medios de comunicación y innovación tecnológica plantean grandes desafios a los cuales se enfrentan las instituciones públicas. En este sentido, se estableció legalmente el proceso de Reforma del Estado y Administración Pública en Brasil, en 1995. Con este fin, propuso la transferencia de las prácticas privadas para el sector público en busca de una administración gerencial. Este artículo resulta de una reflexión acerca del proceso de implementación de la reforma del Estado y sus consecuencias para la administración pública brasileña. De forma que tiene como objetivo identificar posibles vulnerabilidades presentes en el proceso de reforma de la gestión en Brasil. Se concluye señalando algunas de las causas que condujeron al desprestigio de la reforma de las instituciones públicas brasileñas, tales como la dificultad de las organizaciones públicas de adaptarse a la nueva estructura organizativa designada por el Estado, la resistencia al cambio impuesto por la reforma, así como algunos buenos puntos, entre los cuales podemos destacar la creación de diversos programas de gobierno destinados a mejorar la cooperación dela administración pública o de los organismos públicos a fin de reducir sus presupuestos y gastos.
Changes in the international arena, advances in technology and innovation pose public institutions facing great challenges. In this sense, was established by law the process of State and public administration Reform in Brazil, in 1995. To this end, proposed the transfer of private practices for the public sector in search of a management administration. This article results from a reflection of the implementation process of state reform and its consequences for the Brazilian public administration. In this sense, aims to identify potential vulnerabilities present in the process of management reform in Brazil. It concludes by stating some causes that led to the discrediting of the reform by the brazilian public institutions such as the difficulty of public organizations to adjust to the new organizational structure designated by the State, resistance to change imposed by the reform, as well as some good points, among which we can highlight the creation of various government programs aimed at improving the cooperation of public management or public agencies to reduce their budgets and spending.
Keywords: reforma gerencial;  administração pública;  Brasil;  administración pública;  administrative reform;  public administration;  Brazil
metadata.dc.description.additional: ISSN eletrônico: 2357-8017 ISSN impresso: 0034-9240
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1793
Appears in Collections:Revista do Serviço Público: de 2011 a atual

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
A reforma gerencial brasileira em questão_contribuições para um projeto em construção.pdf731,72 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.