Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1776
Title: Alinhando o modelo, o método de implementação e a prática de gestão do conhecimento (GC): o caso do Repositório do Conhecimento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (RCIpea)
Authors: Batista, Fábio Ferreira
Costa, Veruska da Silva
Publisher: Escola nacional de administração pública (Enap)
Endereço Eletrônico: http://seer.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/115/111
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Artigo
metadata.dc.description.physical: Revista do Serviço Público - RSP, v. 64, n. 1, p. 59-76
Issue Date: Jan-2013
metadata.dc.rights.holder: Escola nacional de administração pública (Enap)
metadata.dc.rights.license: Termo::Licença Padrão ENAP::É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
Classificação Temática: Administração Pública
Gestão do Conhecimento
Abstract: O objetivo deste artigo é analisar como o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) implementou de forma alinhada um modelo, um método e uma prática de gestão do conhecimento (GC) (repositório do conhecimento). O referencial teórico utilizado é o Modelo de Gestão do Conhecimento para a Administração Pública Brasileira construído por um dos autores deste trabalho após a realização de uma revisão sistemática da literatura sobre modelos de GC na administração pública (BATISTA, 2012). O trabalho iniciou-se com a escolha do modelo. Em seguida, utilizou-se de um roteiro para elaborar o plano de GC. O foco desse plano foi a implementação do repositório institucional. As principais conclusões deste artigo são: i) como resultado da implementação do repositório, parte do conhecimento tácito pode ser explicitado (na forma de narrativas, por exemplo) e, juntamente com os demais conhecimentos explícitos, pode hoje ser representado, organizado e armazenado de forma estruturada; ii) o Ipea implementou não apenas uma prática isolada de GC, mas conseguiu alinhar a prática (repositório) com um modelo e método de implementação de GC; e iii) a importância da adoção, por parte de organizações públicas como o Ipea, de um modelo de GC holístico, isto é, com uma visão integral de GC.
El propósito de este artículo es analizar cómo el Instituto de Investigação Econômica Aplicada (Ipea) puso em práctica un modelo, un método y una práctica de GC de forma integrada. El marco teórico de este trabajo es el Modelo de Gestión del Conocimiento para la Administración Pública Brasileña construido por uno de los autores de este trabajo tras llevar a cabo una revisión sistemática de la literatura sobre modelos de GC en la administración pública (BATISTA, 2012). El trabajo tuvo inicio tras la elección del modelo: Modelo de Gestión del Conocimiento para la Administración Pública Brasileña. En seguida, se formuló un guión para elaborar el Plan de GC. El enfoque del plan fue la implementación del repositorio con vistas a eliminar una brecha de conocimiento. Las principales conclusiones de este artículo son: i) como resultado de la implementación del repositorio, parte del conocimiento tácito puede ser explicitado (en la forma de narraciones, por ejemplo) e, junto con los otros conocimientos explícitos, ahora se puede representar, organizar y almacenar de forma estructurada; ii) IPEA puso en ejecución no sólo una práctica aislada GC, pero ha logrado integrar la práctica (repositorio) con un modelo y método de aplicación GC; e iii) la importancia de la adopción –por organizaciones públicas como el IPEA– de um modelo de GC holístico, es decir, con una visión integral de la GC.
This paper aims to assess how the Institute for Applied Economic Research (Ipea) was able to implement a KM framework, a KM method and a KM practice in an integrated way. The theory behind this work is the KM Framework for the Brazilian Public Administration designed by one of the authors of this paper after a literature review about KM frameworks in the public administration (BATISTA, 2012). Following this decision, a KM Plan was draft based on an implementation method designed for that purpose. The plan main focus was the implementation of a repository to eliminate a knowledge gap and to improve organizational performance. This article main conclusions are: i) as a result of the repository implementation, part of Ipea´s tacit knowledge (for example in the form of storytelling) can be made explicit and, together with other explicit knowledge, can now be represented, organized and stored in a structured form; Ipea did not implemented a single KM practice, but it was able to integrate the practice (repository) with a KM framework and KM implementation method; and iii) the importance of the adoption of a holistic (or systematic view) KM framework by public organizations, such as Ipea.
Keywords: modelo de gestão do conhecimento;  método de implementação de gestão do conhecimento;  repositório institucional de acesso aberto;  modelo de gestión del conocimiento;  método de implementación de gestión del conocimiento;  repositorio institucional de acceso abierto;  knowledge management framework;  KM implementation method;  open access institutional repository
metadata.dc.description.additional: ISSN eletrônico: 2357-8017 ISSN impresso: 0034-9240
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1776
Appears in Collections:Revista do Serviço Público: de 2011 a atual



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.