Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1627
Title: Caminhamos para o impôsto único?
Authors: Silva, José Saldanha da Gama e
Publisher: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
Revista do Serviço Público (RSP)
Endereço Eletrônico: http://seer.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/23/20
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Artigo
metadata.dc.description.physical: Revista do Serviço Público - RSP, v. 60, n. 2, p. 201-206
Issue Date: Apr-2009
metadata.dc.rights.holder: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
metadata.dc.rights.license: Termo::Licença Padrão ENAP::É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
Classificação Temática: Economia
Abstract: Sentimos de antemão o sorriso altamente irônico que o leitor pespegará nos lábios ao receber a pergunta em epígrafe. Ora, pensará, mas então isso é pergunta que se faça?! Não está aí o exemplo de Henry George, relegado ao escárnio dos séculos precisamente porque teve a “genial” idéia de pregar durante sua vida de cientista o impôsto único sôbre o rendimento da terra?! Se retrucarmos que vamos tratar apenas do impôsto sôbre a renda, ainda nos lembrará, prestimoso: não está aí o exemplo mais recente de Bartolomeo Benvenuti, que tem recebido apupos de tôda a Itália, porque em seu II Sistema dei Tributi pregou nada mais nada menos que o impôsto único sôbre a renda?! E, além do mais – ajuntará ainda o leitor intransigente – Seligman, o corifeu non plus ultra de tal matéria, já não situou inflexivelmente a questão, esclarecendo terminantemente no final de seu artigo inserto na Encyclopaedia of the Social Sciences – com ênfase de quem encerra vez por tôdas uma querela – que “o impôsto sôbre a renda não pode ser mais que um dos elementos de um sistema tributário plural”?
Keywords: imposto;  tributação;  sistema tributário
Target Audience: Servidor Público
Sociedade Brasileira
metadata.dc.description.additional: ISSN eletrônico: 2357-8017
ISSN impresso: 0034-9240
RSP Revisitada: texto originalmente publicado na RSP de maio/ago. de 1944 (vol. 2 - no 2)
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1627
Appears in Collections:Revista do Serviço Público: de 2001 a 2010

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Caminhamos para o impôsto único.pdf140,84 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.