Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1518
Title: Organizações virtuais no setor público: uma nova abordagem
Authors: Silveira, Henrique Flávio Rodrigues da
Publisher: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
Revista do Serviço Público (RSP)
Endereço Eletrônico: http://seer.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/240/245
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Artigo
metadata.dc.description.physical: Revista do Serviço Público - RSP, v. 54, n. 4, p. 429-447
Issue Date: Oct-2005
metadata.dc.rights.holder: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
metadata.dc.rights.license: Termo::Licença Padrão ENAP::É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
Classificação Temática: Gestão da Informação
Planejamento Governamental
Abstract: É crescente o envolvimento de organizações públicas e privadas com alianças e parcerias. No novo cenário colaborativo, uma nova abordagem para o planejamento das organizações precisa ser desenvolvida, com especial atenção para o setor público, em cujo ambiente a escassez de recursos pode ser total ou parcialmente suprida pela criação ou incremento de redes entre organizações e sistemas. A nova abordagem para a coordenação interorganizacional no âmbito do planejamento governamental pode resultar em algum tipo de “organização virtual” para o setor público, à semelhança do que já ocorre no setor privado. O artigo destaca a importância da reflexão sobre as implicações e possibilidades que os conceitos relativos a organizações virtuais podem trazer para a coordenação interorganizacional no âmbito do planejamento governamental, de forma a contribuir para incrementar a efetividade da ação de governo, por meio de ambiente informacional cooperativo. Aspectos como cultura organizacional, poder e controle, fronteiras e estruturas organizacionais, confiança e gestão cooperativa da informação deverão ser observados no contexto do planejamento governamental, caso se pretenda evoluir na aplicação do conceito de organizações virtuais no setor público
Es creciente el envolvimento de organizaciones públicas y privadas en alianzas y asociaciones. En este escenario colaborativo, un nuevo abordaje para la planificación de las organizaciones necesita ser desarrollado, con especial atención al sector público, en cuyo ambiente la escasez de recursos puede ser total o parcialmente suplida por la creación o el incremento de redes entre las organizaciones y los sistemas. El nuevo abordaje para la coordinación interorganizacional en el ámbito de la planificación gubernamental puede resultar en algún tipo de “organización virtual” para el sector público, al igual que lo que ya ocurre en el sector privado. El artículo destaca la importancia de la reflexión sobre las implicaciones y posibilidades que los conceptos relativos a organizaciones virtuales pueden traer para la coordinación interorganizacional en el ámbito de la planificación gubernamental, contribuyendo al aumento de la efectividad de la acción de gobierno, por medio de un ambiente informacional cooperativo. Aspectos como cultura organizacional, poder y control, fronteras y estructuras organizacionales, confianza y gestión cooperativa de la información deberán ser observados en el contexto de la planificación gubernamental, si se pretende evolucionar con la aplicación del concepto de organizaciones virtuales al sector público.
Public and private organizations are becoming increasingly involved in alliances and partnerships. In this collaborative scenario, a new approach to the planning in organizations must be developed, paying special attention to the public sector, in which the scarcity of resources may be totally or partially supplied by the creation or improvement of networks between organizations and systems. The new approach to the organizational coordination may result in some sort of “virtual organization”, as it is occurring in the private sector. The article highlights the importance of reflection about the implications and possibilities that the concepts related to virtual organizations may bring to the interorganizational coordination in the context of governmental planning. In doing so, it aims to contribute to the improvement in the effectiveness of the governmental action by the development of a cooperative informational environment. Aspects such as organizational culture, power and control, boundaries and organizational structures must be observed, should the concept of virtual organization is to evolve to be applied in the public sector as well.
Keywords: planejamento governamental;  coordenação interorganizacional;  gestão da informação
Target Audience: Servidores públicos
Especialistas e interessados em políticas públicas e gestão governamental
metadata.dc.description.additional: ISSN Impresso: 0034-9240
ISSN Eletrônico: 2357-8017
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1518
Appears in Collections:Revista do Serviço Público: de 2001 a 2010

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2005 Vol.56,n.4 Silveira.pdf190,11 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.