Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1403
Title: A gestão de pessoas como um recurso estratégico
Authors: Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais (ONU)
Publisher: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
Revista do Serviço Público (RSP)
Endereço Eletrônico: http://seer.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/204/209
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Artigo
metadata.dc.description.physical: Revista do Serviço Público - RSP, v. 57, n. 3, p. 389-426
Issue Date: Jul-2006
metadata.dc.rights.holder: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
metadata.dc.rights.license: Termo::Licença Padrão ENAP::É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
Classificação Temática: Gestão de Pessoas
Abstract: O texto examina as estratégias e os sistemas que devem ser considerados para se alcançar a melhor gestão de recursos humanos no setor público. Inicialmente, baseado em três modelos tradicionais de administração pública, sugere uma abordagem holística para aumentar a efetividade da gestão. Em seguida, defende a idéia de um órgão “guardião” central, que considere o princípio do mérito e que divida com os órgãos de linha a responsabilidade sobre a GRH. Mostra, ainda, a importância de institucionalizar os valores da imparcialidade, do profissionalismo e da responsividade. Ao tratar da profissionalização da GRH, ressalta a necessidade de uma política que defina como a gestão de pessoas contribuirá para o alcance de objetivos governamentais. Para isso, propõe a aplicação de um modelo integrado baseado em competências e o desenvolvimento de uma política salarial que permita a atração e retenção de talentos no setor público. Ao final, o texto apresenta os prós e contras da gestão por desempenho, bem como os desafios de um redimensionamento organizacional no serviço público.
El texto analiza las estrategias y los métodos que los gobiernos deben considerar a fin de alcanzar la mejor gestión de recursos humanos en el sector público. La primera parte, basado en tres modelos de administración pública, propone un abordaje holístico para aumentar la efectividad de la gestión. A continuación, defiende la construcción de una agencia central que considere el principio del mérito y que divida con las agencias de ejecución la responsabilidad sobre la GRH. Además, muestra la importancia de institucionalizarse los valores de la imparcialidad, profesionalismo y responsividad. Al tratar de la profesionalización de la GRH, el texto resalta la necesitad de una política que defina como la gestión de personas contribuirá con el alcance de objetivos gubernamentales. El texto propone también la aplicación de un modelo basado en competencias y el desarrollo de una política salarial que permita la atracción y retención de talentos en sector público. En el final, el texto presenta los pros y los contras de una gestión por desempeño y también los desafíos de un redimensionamiento organizacional en el servicio público.
The text presents the strategies and systems that should be considered to obtain the best human resource management in the public sector. The first part of the text is based on three traditional models of public administration. The text then advocates the idea of a central “guardian” agency, which considers the principle of merit and which shares the HRM responsibilities. It also shows that it is important to institutionalize the values of impartiality, professionalism and responsiveness. Discussing the HRM professionalism, the text points out that governments need to develop a policy that defines how staff management will help the achievement of government goals. Thus, it suggests the use of an integrated competence-based model and the development of a pay-salary policy that allows governments to attract and retain talents in the public sector. It then finalizes presenting the pros and cons of a performance management, as well as the challenges of implementing rightsizing in the public sector.
Keywords: gestão de recursos humanos;  política salarial;  gestão por desempenho;  setor público
Target Audience: Servidores públicos
Especialistas e interessados em políticas públicas e gestão governamental
metadata.dc.description.additional: ISSN Impresso: 0034-9240
ISSN Eletrônico: 2357-8017
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1403
Appears in Collections:Revista do Serviço Público: de 2001 a 2010

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2006 Vol.57,n.3 ONU.pdf226,74 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.