Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/5578
Title: Análise comparativa das abordagens ecológicas no zoneamento ecológico econômico: os estudos de caso do estado de Rondônia e do Distrito Federal.
Authors: Souto, Lara de Lacerda Ribeiro
metadata.dc.contributor.other: Rossi, Maria Sílvia (Orientadora)
Publisher: Escola Nacional de Administração Pública (Enap)
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Monografia/TCC
metadata.dc.description.physical: 49 páginas
Issue Date: Sep-2020
metadata.dc.rights.holder: Lara de Lacerda Ribeiro Souto
metadata.dc.rights.license: Termo::Autorização: O autor da obra autorizou a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) a disponibilizá-la, em Acesso Aberto, no portal da ENAP, na Biblioteca Graciliano Ramos e no Repositório Institucional da ENAP. Atenção: essa autorização é válida apenas para a obra em seu formato original.
Classificação Temática: Meio Ambiente
Abstract: O Zoneamento Ecológico-Econômico do Brasil – ZEE é um instrumento de gestão territorial e ambiental que tem por objetivo geral organizar, de forma vinculada, as decisões dos agentes públicos e privados quanto a planos, programas, projetos e atividades que, direta ou indiretamente, utilizem recursos naturais, assegurando a plena manutenção do capital natural e dos serviços ecossistêmicos. O presente artigo estabelece um estudo comparativo entre o primeiro ZEE estabelecido no país, o caso do Estado de Rondônia, e o mais recente ZEE, 2019, o caso do Distrito Federal, com relação especificamente as abordagens ecológicas, para verificar os avanços obtidos por meio da avaliação ex post de políticas públicas. Na análise empreendida, eram esperados avanços nas abordagens ecológicas entre os dois ZEE em tela. Isto se confirmou, verificando avanços do primeiro zoneamento realizado em 1989 pelo Estado de Rondônia, e o ZEE do Distrito Federal, aprovado em 2019. Os avanços verificados ao longo do tempo também confirmam o zoneamento ecológico econômico como um excelente instrumento de gestão territorial, atual e relevante, que pode, inclusive, alavancar outros instrumentos fundamentais para uma gestão territorial mais sustentável, como por exemplo, o pagamento por serviços ambientais.
Keywords: zoneamento ecológico-econômico;  análise comparativa;  abordagens ecológicas;  meio ambiente;  políticas públicas;  gestão ambiental
Target: Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como parte dos requisitos para obtenção do grau de Especialista em Gestão de Políticas Ambientais.
Target Audience: Especialistas e interessados em Gestão de Políticas Ambientais.
metadata.dc.educational.context: 384 horas
Sustainable Development Objectives (ODS): 11. Cidades e comunidades sustentáveis - Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/5578
Appears in Collections:Especialização Enap - Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC)

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lara Souto.pdf949,88 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.