Title: X Prêmio SOF de Monografias 1º Lugar: Transparência fiscal e “orçamentos paralelos”: os casos dos conselhos de fiscalização profissional e dos serviços sociais autônomos
Authors: Vieir, Laércio Mendes
Publisher: X Prêmio SOF de Monografias
Escola de Administração Fazendária (Esaf)
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Monografia/TCC
metadata.dc.description.physical: 80 páginas
Issue Date: Apr-2018
metadata.dc.rights.holder: Laércio Mendes Vieir
metadata.dc.rights.license: Termo::Autorização: O autor da obra autorizou a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) a disponibilizá-la, em Acesso Aberto, no portal da ENAP, na Biblioteca Graciliano Ramos e no Repositório Institucional da ENAP. Atenção: essa autorização é válida apenas para a obra em seu formato original.
Classificação Temática: Orçamento e Finanças
Abstract: Há relativo consenso na literatura e nos benchmarks internacionais quanto à importância do orçamento público como principal instrumento para definição da política fiscal e da transparência como característica fundamental das democracias. As finanças públicas brasileiras, contudo, registram recorrentes e persistentes casos de desorganização desses fundamentos. Embora a nova ordem constitucional os tenha aprimorado consideravelmente, ainda persistem casos de recursos parafiscais e extraorçamentários, aqui denominados “orçamentos paralelos”, à margem das melhores prescrições contidas nas normas nacionais e internacionais. O objetivo principal deste trabalho é demonstrar que o modelo brasileiro de organização do processo orçamentário ainda permite a ocorrência destes casos. São objetivos específicos o mapeamento e identificação de “orçamentos paralelos” federais, a seleção e dimensionamento de casos relevantes e a apresentação de propostas para aprimoramento da transparência desses recursos. O método consistiu basicamente no levantamento e estudo de fontes oficiais em comparação com um conjunto de referenciais teóricos, jurídicos e analíticos. Ainda que várias ocorrências sejam conhecidas, optou-se por selecionar os casos dos Conselhos de Fiscalização Profissional e dos Serviços Sociais Autônomos para estudo aprofundado das características específicas das instituições e dos recursos que arrecadam. Trata-se, portanto, de um estudo de casos. Os casos selecionados se mostraram relevantes, complexos, de alta materialidade – com orçamentos superiores à diversos ministérios, autarquias e universidades federais - e alta opacidade - à margem do orçamento público e do processo orçamentário de modo geral. Foram constatadas também fragilidades institucionais diversas relacionadas à governança e possíveis situações de inconstitucionalidade de leis. As sugestões de aperfeiçoamento convergem para inclusão diretamente no orçamento público ou indiretamente no processo orçamentário. Outras sugestões acessórias foram apresentadas. Como conclusão geral é possível afirmar que, passados 30 anos da promulgação da atual Constituição, ainda existem recursos públicos de natureza coercitiva cuja gestão permanece distante das boas práticas de transparência fiscal e orçamentária e da consequente falta de controle político, social e de responsabilização mais ampla.
Keywords: transparência pública;  orçamento público;  fiscalização orçamentária;  responsabilização
metadata.dc.description.additional: Tema 2: Orçamento Público
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/5268
Appears in Collections:Prêmio SOF de Monografias - de 2007 a 2018
Files in This Item:


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.