Title: Regulação Econômica Categoria Profissionais 3º Lugar: Reforma regulatória e bem-estar no transporte aéreo brasileiro: e se a flexibilização dos anos 1990 não tivesse ocorrido?
Authors: Oliveira, Alessandro Vinícius Marques de
Silva, Lucia Helena Salgado e
Publisher: Esaf
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Monografia/TCC
metadata.dc.description.physical: 75 páginas
Issue Date: 2006
metadata.dc.rights.holder: Alessandro Vinícius Marques de Oliveira
metadata.dc.rights.license: Termo::Autorização: O autor da obra autorizou a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) a disponibilizá-la, em Acesso Aberto, no portal da ENAP, na Biblioteca Graciliano Ramos e no Repositório Institucional da ENAP. Atenção: essa autorização é válida apenas para a obra em seu formato original.
Classificação Temática: Orçamento e Finanças
Abstract: O presente trabalho visa promover uma análise empírica dos impactos da Política de Flexibilização da Aviação Comercial dos anos 1990 no Brasil. Esta política representou uma significativa reforma regulatória no setor, implementada em três rodadas a partir de 1992, e que culminou na total desregulação de preços pelo Departamento de Aviação Civil, em 2001. Desenvolvemos um estudo da evolução do desempenho no setor – medido pelo markup preço-custo global das companhias aéreas no mercado doméstico de passageiros no Brasil –, baseado em detalhado levantamento de dados setoriais. Produziu-se, assim, um exercício econométrico visando apontar os determinantes dos markups preço-custo das companhias aéreas brasileiras, no período 1972-2004, e buscando-se efetuar uma decomposição dos fatores de natureza macro e microeconômica, em conjunto com deslocadores de desempenho nesse setor. Isto permitiu melhor identificar os impactos das reformas regulatórias implementadas ao longo da década de 1990. Adicionalmente, foi realizada, por meio de calibração de modelos de simulação, uma investigação dos efeitos de mercado que prevaleceriam caso as autoridades não adotassem as medidas liberalizantes. Com este intuito, foi desenvolvido um estudo dos ii efeitos de medidas alternativas de regulação setorial, de forma a comparar os efeitos da desregulamentação dos anos 1990 com os efeitos que prevaleceriam caso a regulação dos anos 1970, ou mesmo os mecanismos de re-regulação de 2003 (situação na qual o controle de oferta voltou a ser utilizado), fossem introduzidos no período 1993-2002. As simulações foram desenvolvidas visando-se efetuar uma análise de Bem-Estar Econômico Líquido (BEEL). As conclusões principais do estudo foram: primeiramente, que marcos regulatórios menos liberalizantes produziriam perdas consideráveis para os consumidores (passageiros), em detrimento dos produtores (companhias aéreas), gerando-se um jogo de soma negativa, que representaria um peso morto, incorrido pela regulação, de até 3,8 bilhões de reais ao longo dos dez anos considerados. Em segundo lugar, obteve-se evidências de que a Política de Flexibilização acarretou benefícios para o produtor no período 1992-1997. Adicionalmente, e dada a baixa elasticidade-preço da demanda, chegou-se à conclusão de que a existência de ineficiências estimuladas pelo marco regulatório representa fator crucial na determinação dos impactos no Bem-Estar Econômico das políticas; além disso, a Regulação pelo Custo do Serviço é a que incorre em maiores perdas dentre todas as configurações estudadas, e um tipo de Regulação Não-Tarifária tende a ser a que provoca menores perdas de Excedente do Consumidor, mas também é a que provoca as menores vantagens para o produtor. Por fim, os choques macroeconômicos, relacionados ao PIB e à taxa de câmbio, tiveram, na amostra considerada, papel mais relevante na determinação do desempenho do setor do que as próprias políticas regulatórias.
Keywords: regulação;  transporte aério;  bem-estar social
Target: Monografia apresentada ao Prêmio SEAE de monografias em defesa da concorrência e regulação econômica - Monografias premiadas 2006
Target Audience: Especializado
Sustainable Development Objectives (ODS): 16. Paz, justiça e instituições eficazes - Promover sociedades pacíficas e inclusivas par ao desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.
metadata.dc.description.additional: ISBN impresso 85-61200-006
Texto publicado no Prêmio SEAE de monografias em defesa da concorrência e regulação econômica
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/5209
Appears in Collections:Prêmio SEAE - Secretaria de Acompanhamento Econômico (2006 A 2015)
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3-lugar-tema-2-profissional.pdf271.52 kBAdobe PDF Thumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.