Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/372
Title: Desafios da construção de uma política intersetorial de cultura e educação
Authors: Dozzi, Carla Carusi
Coêlho, Denilson Bandeira (Orientador)
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Monografia/ TCC
metadata.dc.description.physical: Número de páginas: 62 p.
Issue Date: 23-Dec-2013
metadata.dc.rights.holder: Carla Carusi Dozzi
metadata.dc.rights.license: Termo::Autorização::O autor da obra autorizou a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) à disponibilizá-la, em acesso aberto, no portal da ENAP, na Biblioteca Graciliano Ramos e no Repositório Institucional da ENAP. Atenção: essa autorização é uma licença não exclusiva, válida para a obra em seu formato original.
Classificação Temática: Gestão Pública
Abstract: A transição paradigmática vivenciada pela gestão pública no Brasil tem provocado a busca por arranjos institucionais capazes de romper com a inércia institucional e responder à complexidade das novas demandas sociais. O presente estudo busca analisar a intersetorialidade a partir de fatores políticos e institucionais que influenciaram o Programa Mais Educação, com foco na articulação entre as áreas de educação e cultura. Trata-se de pesquisa qualitativa realizada a partir do estudo sistemático da literatura sobre políticas intersetoriais, analisada à luz do modelo sistêmico de Easton. Aborda conceitos como agendamento e implementação de políticas públicas, centrando-se no debate contemporâneo sobre intersetorialidade. Analisa, a partir dos dados levantados sobre o Programa Mais Educação e entrevistas semi dirigidas com gestores dos diferentes ministérios que o integram, mecanismos existentes na gestão pública para que essa intersetorialidade se efetive. Constata a centralidade do papel das ideias na burocracia de governo em resposta a demandas sociais históricas, contudo sorganizadas. O estudo reconhece a educação integral como um campo de atuação complexo e interdisciplinar, cujo desenvolvimento de políticas públicas mais efetivas, eficientes e eficazes, exige abordagens distintas e somatória de esforços entre as áreas. A complexidade do modelo de gestão do Programa reflete-se em um arranjo institucional inovador em que a intersetorialidade otimiza recursos e esforços das áreas envolvidas, exigindo coordenação intersetorial centralizada e cooperação entre os órgãos
Keywords: Gestão pública;  Intersetorialidade;  Modelo sistêmico;  Arranjos institucionais;  Política de educação integral e cultural
metadata.dc.description.additional: Monografia apresentada, como exigência parcial para obtenção do grau de especialista em Gestão Pública, sob a orientação do Professor avaliador Denilson Bandeira Coêlho
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/372
Appears in Collections:Especialização Enap - Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Carla Dozzi - V. Def..pdfDesafios da construção de uma política intersetorial de cultura e educação721,38 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.