Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/3592
Title: Do Impacto Regulatório da Judicialização da Saúde Suplementar
Authors: Martinez, Lilia Estay
Publisher: Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)
Language: Idioma::Português:portuguese:pt
Country: País::BR:Brasil
metadata.dc.type: Monografia/ TCC
metadata.dc.description.physical: 39 p.
Issue Date: 2018
metadata.dc.rights.holder: Lilia Estay Martinez
metadata.dc.rights.license: Termo::Autorização: O autor da obra autorizou a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) a disponibilizá-la, em Acesso Aberto, no portal da ENAP, na Biblioteca Graciliano Ramos e no Repositório Institucional da ENAP. Atenção: essa autorização é válida apenas para a obra em seu formato original.
Classificação Temática: Saúde
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo apresentar uma reflexão acerca da judicialização da saúde suplementar, chamando a atenção para os efeitos que esse fenômeno provoca na atividade regulatória. A importância de tal análise se revela diante da força que os direitos fundamentais tem exercido nas relações particulares, notadamente nas relações privadas constituídas no âmbito da saúde suplementar. No entanto, é imprescindível lembrar que existe todo um sistema regulatório que organiza o mercado da saúde suplementar, impondo regras e limites na atuação dos agentes envolvidos e desenhando um complexo de direitos e obrigações, de forma que a intervenção judicial nesse setor deve ser pautada na aplicação do direito fundamental à saúde, mas, também, nos normativos de cunho técnico, médico, atuarial, econômico e financeiro editados e divulgados pelo órgão regulador competente, qual seja, a Agência Nacional de Saúde – ANS. Para tal análise, foram destacadas algumas questões judicializadas com mais recorrência, bem como os efeitos que as decisões decorrentes de tais casos podem causas na atividade regulatória. Também foram destacadas ações que tem como objetivo conciliar os objetivos da regulação com a intenção do Poder Judiciário de garantir o direito à saúde para os beneficiários do sistema de saúde privado. Assim, esta monografia, sem a intenção de esgotar todas as questões que envolvem regulação da saúde suplementar e atuação do Poder Judiciário, busca mais um caminho para garantir a sustentabilidade do mercado da saúde suplementar, alinhando-se com o espírito da constitucionalização das relações privadas, a fim de promover o direito de todos os agentes envolvidos, cada um no seu limite.
Keywords: saúde suplementar;  judicialização;  regulação;  mercado econômico;  agencia reguladora;  direito à saúde;  política de saúde
metadata.dc.description.additional: 1º Prêmio ANS: concurso de monografia sobre saúde suplementar
Tema 3 - Direito em Saúde Suplementar - 2º Lugar
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/3592
Appears in Collections:Prêmio ANS: concurso de monografia sobre saúde suplementar

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2ª colocada (T3) - Lilia Estay Martinez (monografia 029).pdfDo Impacto Regulatório da Judicialização da Saúde Suplementar493,15 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.