Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/3404
Título: Mapa de Insights - Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (SICAF)
Autor(es): Escola Nacional de Administração Pública (Brasil)
Brasil. Ministério do Planejamento Desenvolvimento e Gestão. Secretaria de Gestão (SEGES)
Resumo: Este mapa consolida os insights resultantes da pesquisa etnográfica desenvolvida pela SEGES/MPDG, em parceria com o GNova - Laboratório de Inovação em Governo, sobre o Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (SICAF). Esses insights foram classificados em três eixos: gestão, comunicação e sistema. Os achados da pesquisa revelaram duas questões estruturantes sobre o sistema: 1. Após a implantação do SICAF, percebe-se uma gestão insuficiente se considerarmos capacitação, comunicação, controle e monitoramento, engajamento e transparência. 2. O desenho do sistema não considera a diversidade dos usuários.
O que é o SICAF? O Sistema de Serviços Gerais (SISG) corresponde ao conjunto de órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional, que tem como atribuição a gestão das atividades de serviços gerais, compreendendo licitações, contratações, transportes, comunicações administrativas, documentação e administração de edifícios públicos e de imóveis. Para dar suporte informatizado à gestão das atividades operacionais do SISG foi criado o Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais (SIASG). Por sua vez, o Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (SICAF) constitui-se num subsistema ou módulo do SIASG responsável pelo cadastramento e habilitação de pessoas físicas ou jurídicas que desejam participar de licitações públicas.
O Desafio O Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (SICAF), administrado pelo Ministério do Planejamento e em funcionamento desde 1995, foi criado para viabilizar o cadastramento de fornecedores de materiais e serviços interessados em participar de licitações e contratações com Administração Pública Federal. Em 2016, relatório da Controladoria-Geral da União (CGU) apontou críticas e sugestões ao funcionamento do sistema que evidenciaram a necessidade de o Ministério realizar uma investigação mais aprofundada: o SICAF estaria facilitando ou dificultando as relações comerciais com o Governo Federal? Qual seria a real necessidade de um sistema de cadastro de fornecedores?
Palavras-chave: inovação;  gestão pública;  comunicação;  sistema de informação;  transparência;  compras públicas
Objetivo: Para iniciar a investigação sobre o funcionamento do sistema, de maio a julho de 2017, o Ministério do Planejamento e o Laboratório de Inovação em Governo - GNova/Enap, fazendo uso do Design Thinking e do Design Etnográfico, realizaram pesquisa sobre o funcionamento do sistema, bem como entrevistas com os usuários a fim de coletar informações sobre a experiência de uso do SICAF. Foram entrevistados servidores públicos operadores do sistema, empresas já contratadas ou interessadas em contratações públicas e instituições parceiras que estimulam pequenos empreendedores e empresas a estabelecerem relações comerciais com o Governo. A hipótese de partida era de que apareceriam muitas questões relacionadas à tecnologia. Porém, a pesquisa evidenciou que também haviam importantes questões ligadas à gestão do sistema, à comunicação com os usuários e à capacitação dos operadores.
Data: Ago-2017
Descrição física: Número de páginas: 5 p.
Contexto de aprendizagem: Design Thinking; Design Etnográfico
Observações/Notas: Dados da pesquisa: 25 instituições visitadas (19 no Distrito Federal e 6 em São Paulo); 8 unidades cadastradoras; 8 unidades de compras e licitações; 10 fornecedores; (Empresas de TI, apoio administrativo, educação; corporativa, call center e manutenção predial); 2 instituições parceiras (Estimulam pequenos empreendedores e empresas a estabelecerem relações comerciais com o governo).
Tipo: Mapa/Mapa Conceitual
Detentor dos direitos autorais: Escola Nacional de Administração Pública (Enap)
Secretaria de Gestão (SEGES)
Termos de uso: Termo::Licença Padrão ENAP: É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/3404
Aparece nas coleções:Projetos de Inovação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SICAF_Mapa de Insights.pdf1,81 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir