Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/370
Título: Políticas públicas para o tratamento da judicialização: janelas para soluções alternativas
Autor(es): Marques, Murilo
Idioma: Idioma::Português:portuguese:pt
País: País::BR:Brasil
Tipo: Monografia/ TCC
Descrição física: Número de páginas: 77 p.
Data: 23-Dez-2013
Detentor dos direitos autorais: Murilo Marques
Termos de uso: Termo::Autorização::O autor da obra autorizou a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) à disponibilizá-la, em acesso aberto, no portal da ENAP, na Biblioteca Graciliano Ramos e no Repositório Institucional da ENAP. Atenção: essa autorização é uma licença não exclusiva, válida para a obra em seu formato original.
Classificação Temática: Gestão Pública
Resumo: O panorama da judicialização das políticas públicas (JPP) no Brasil se expande e se diversifica, imprimindo uma presença marcante na cena pública nacional. Isto tem levado atores da gestão pública a buscarem soluções alternativas para o tratamento da judicialização, quando esta bate à porta dos órgãos do Executivo, ou mesmo, quando entra sem bater. O presente trabalho visa transpor o debate pouco fértil que superdimensiona o papel do ativismo do Judiciário, para situar a judicialização como fenômeno que carrega ao mesmo tempo problemas e janelas de solução para demandas cidadãs. Busca-se responder à indagação: o manejo da judicialização através de soluções de gestão para o atendimento de decisões judiciais e para a prevenção de novos conflitos poderia ser considerado uma política pública? Para tal, é proposto um percurso analítico (teórico e empírico). São confrontados dois campos teóricos: a teoria da judicialização e os modelos analíticos de Políticas Públicas (múltiplos fluxos e equilíbrio pontuado). A metodologia inclui o estudo de casos múltiplos da judicialização da Saúde, porém com pretensões de aplicação geral à JPP, mesmo que ainda exploratória. Com base na comparação de casos, é construída uma tipologia de problemas e soluções e testada a aplicabilidade dos fluxos de Kingdon (Problemas, Alternativas e Política) na formação da agenda do manejo da judicialização. São também estudados os aspectos do deslocamento de arena que a judicialização representaria, e da construção dessa arena emergente. Ao fim, os achados e possibilidades são postos em diálogo com a teoria da judicialização das políticas públicas, buscando-se perceber as janelas para o estabelecimento de agendas de políticas públicas mais sensíveis aos fluxos de judicialização
Palavras-chave: Judicialização;  Políticas Públicas;  Soluções Alternativas;  Manejo da Judicialização
Observações/Notas: Monografia apresentada à banca examinadora e a Coordenação do Curso de Especialização em Gestão Pública da Escola Nacional de Administração Pública como requisito parcial à obtenção do grau de especialista em Gestão Pública
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/370
Aparece nas coleções:Especialização Enap - Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Murilo Marques - V. Def..pdfPolíticas públicas para o tratamento da judicialização: janelas para soluções alternativas993,08 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens da Biblioteca Digital são de acesso aberto para uso não comercial, desde que citada a autoria e a fonte. Salvo quando outras restrições estiverem expressas no termo de uso.