Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/3430
Título: O tratamento normativo específico da forma de aquisição da propriedade de aeronave realizado pela Agência Nacional de Aviação Civil confere ao registro aeronáutico brasileiro natureza constitutiva?
Autor(es): Espindula, Vera Lucia Rodrigues
Costa, Lawrence Josuá Fernandes (Orientador)
Editor: Escola Nacional de Administração Pública (Enap)
Idioma: Idioma::Português:portuguese:pt
País: País::BR:Brasil
Tipo: Monografia/ TCC
Descrição física: 33 p.
Data: Mar-2018
Detentor dos direitos autorais: Vera Lucia Rodrigues Espindula
Termos de uso: Termo::Autorização: O autor da obra autorizou a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP) a disponibilizá-la, em Acesso Aberto, no portal da ENAP, na Biblioteca Graciliano Ramos e no Repositório Institucional da ENAP. Atenção: essa autorização é válida apenas para a obra em seu formato original.
Classificação Temática: Gestão Pública
Resumo: O artigo proposto tem como objetivo analisar a natureza jurídica do ato de registro do título translativo de propriedade de aeronave praticado pelo Registro Aeronáutico Brasileiro e suas consequências práticas. A problemática do tema reside na dualidade legislativa e de mesma hierarquia quanto a forma de aquisição de bem móvel. Enquanto o Código Civil de 2002 dispõe que os bens móveis são adquiridos com a mera tradição da coisa – independentemente de registro, o CBAer - Código Brasileiro de Aeronáutica, de 1986, afirma que se adquire a propriedade de aeronave, também bem móvel, na data do protocolo de registro do título de transferência no RAB - Registro Aeronáutico Brasileiro, órgão de registro e cadastramento que integra a estrutura organizacional da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil. Assim, diante da notável desídia dos regulados em manter atualizados os registros sobre os bens de sua titularidade, esta forma solene de aquisição da propriedade de aeronave tem sido um problema de segurança jurídica, operacional e social para a Agência, a clamar por estudos mais aprofundados, principalmente nos casos de responsabilização pela ocorrência de acidente aeronáutico, quando os titulares de fato não coincidem com os formalmente registrados, como no caso da aeronave de marcas de nacionalidade e de matrícula – PR-AFA, que vitimou o candidato a Presidente da República, Eduardo Campos. Ademais, o Código Brasileiro de Aeronáutica está em processo de revisão no Congresso Nacional e eventual proposta de mudança pode ser oportuna.
Palavras-chave: regulação;  natureza jurídica;  aeronave;  agência reguladora;  segurança jurídica;  responsabilização
Objetivo: Trabalho de conclusão de curso apresentado como parte dos objetivos necessários para obtenção do grau de Especialista em Gestão Pública.
Público alvo: Especialistas e interessados em Gestão Pública
Contexto de aprendizagem: 420 horas
Observações/Notas: Especialização em Gestão Pública – Gestão Organizacional e Inovação, 11ª edição
Orientador: Mestre Lawrence Josuá Fernandes Costa
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/3430
Aparece nas coleções:Especialização Enap - Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC - VERA.pdfArtigo principal1,01 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens da Biblioteca Digital são de acesso aberto para uso não comercial, desde que citada a autoria e a fonte. Salvo quando outras restrições estiverem expressas no termo de uso.