Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1502
Título: As novas formas de exploração do trabalho no capitalismo contemporâneo e as políticas públicas de combate à desigualdade
Autor(es): Costanzi, Rogério Nagamine
Editor: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
Revista do Serviço Público (RSP)
Endereço Eletrônico: http://seer.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/216/221
Idioma: Idioma::Português:portuguese:pt
País: País::BR:Brasil
Tipo: Artigo
Descrição física: Revista do Serviço Público - RSP, v. 56, n. 1, p. 37-55
Data: Jan-2005
Detentor dos direitos autorais: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
Termos de uso: Termo::Licença Padrão ENAP::É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
Classificação Temática: Políticas Públicas e Sociais
Resumo: O mercado de trabalho sofreu profundas transformações desde o começo do capitalismo até o momento atual, sendo possível compará-lo a uma loteria, na qual os trabalhadores passaram a competir entre si por ascensão profissional. Os bilhetes dessa loteria são os investimentos em capital humano. Nela haverá, necessariamente, vencedores e perdedores, com os primeiros apropriando-se do trabalho dos últimos. Dessa realidade, surge uma nova forma de exploração do trabalho, cujo instrumento de legitimação é o capital humano, que reforça a tendência inerente do capitalismo à geração de desigualdade e coloca limitações à visão tradicional de combate à desigualdade baseada na democratização do capital humano. O crescimento também tem limitações na redução da desigualdade, tendo em vista que a motivação microeconômica que gera o crescimento macroeconômico é justamente a busca pela desigualdade.
El mercado de trabajo pasó por profundas transformaciones desde el inicio del capitalismo hasta el momento actual, convirtiéndose en una lotería, en que los trabajadores pasaron a competir entre sí por ascenso profesional. Los billetes de esta lotería son las inversiones en capital humano. En esta lotería, habrá, necesariamente, ganadores y perdedores, con los primeros apropiándose del trabajo de los últimos. De esta realidad, surge una nueva forma de explotación del trabajo, cuyo instrumento de legitimación es el ca pital humano, que refuerza la tendencia inherente del capitalismo de generación de desigualdad e impone limitaciones a la visión tradicional de combate a la desigualdad basada en la democratización del capital humano. El crecimiento también tiene limitaciones en el combate a la desigualdad, puesto que la motivación microeconómica que genera el crecimiento macroeconómico es justamente la búsqueda por la desigualdad.
The labour market has undergone deep transformations from the start of the capitalism to the current moment, becoming a lottery, in which workers started to compete among themselves for professional development. The tickets of this lottery are the investments in human capital. Here, there exists, necessarily, winners and loser s: the firsts appropriates the work of the latters. A new form of exploration of the work appears, in which the instrument of legitimation is the human capital. It strengthens the inherent trend of the capitalism towards inequality generation and imposes limitations to the traditional vision of inequality reduction based on the democratization of the human capital. Growth has also limitations to combat inequality, considering that the microeconomic motivation that generates the macroeconomic growth is exactly the search for inequality.
Palavras-chave: exploração do trabalho;  capitalismo;  desigualdade;  políticas públicas;  mercado de trabalho;  capital humano
Público alvo: Servidores públicos
Especialistas e interessados em políticas públicas e gestão governamental
Observações/Notas: ISSN Impresso: 0034-9240
ISSN Eletrônico: 2357-8017
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1502
Aparece nas coleções:Revista do Serviço Público: de 2001 a 2010

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2005 Vol.56,n.1 Costanzi.pdf217,74 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens da Biblioteca Digital são de acesso aberto para uso não comercial, desde que citada a autoria e a fonte. Salvo quando outras restrições estiverem expressas no termo de uso.