Título: Fundamentos para uma política de carreiras no contexto da reforma gerencial
Autor(es): Ramos, Marcelo de Matos
Editor: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
Revista do Serviço Público (RSP)
Endereço Eletrônico: http://seer.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/370/376
Idioma: Idioma::Português:portuguese:pt
País: País::BR:Brasil
Tipo: Artigo
Extensão/Indicação de Série: Número padronizado: v. 49, n. 3 (1998) Revista do Serviço Público - RSP, ano 49, n. 3, p. 29-57
Data: Jul-1998
Detentor dos direitos autorais: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP)
Termos de uso: Termo::Licença Padrão ENAP::É permitida a reprodução e a exibição para uso educacional ou informativo, desde que respeitado o crédito ao autor original e citada a fonte (http://www.enap.gov.br). Permitida a inclusão da obra em Repositórios ou Portais de Acesso Aberto, desde que fique claro para os usuários esses “termos de uso” e quem é o detentor dos direitos autorais, a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP). Proibido o uso comercial. Permitida a criação de obras derivadas, desde que respeitado o crédito ao autor original. Essa licença é compatível com a Licença Creative Commons (by-nc-sa).
Classificação Temática: Administração Pública
Gestão de Pessoas
Resumo: Com o advento da administração gerencial no âmbito do aparelho do Estado, em complementação à administração burocrática, verifica-se certa turbulência na gestão de pessoal na administração pública, decorrente da súbita ausência de fundamentos conceituais sólidos que permitam pensar a administração do capital humano do Estado em um contexto de transformação. Este artigo procura estabelecer as bases para a recuperação destes fundamentos, propondo três critérios de design de carreiras: a estrutura de incentivos, os mecanismos de governança e a gestão do conhecimento. Em seguida, exemplifica-se a utilização destes critérios pela análise de seis temas próprios à discussão sobre carreiras no serviço público: remuneração, seleção, recrutamento e desenvolvimento, mobilidade, promoção, carreiras para agências executivas e controle social da burocracia.
Con el aparecimiento de la administración gerencial en el ámbito del aparato del Estado, en complementación a la administración burocrática, se observa alguna turbulencia en la gestión del personal en la administración pública, como consecuencia de la súbita ausencia de fundamentos conceptuales sólidos que permitan pensarse la administración del capital humano del Estado en un contexto de transformación. Este artículo intenta establecer las bases para la recuperación de esos fundamentos, proponiendo tres criterios de diseño de carreras: la estructura de incentivos, los mecanismos de posibilidad y facilidad de gobernar y la gestión del conocimiento. Luego, se dan ejemplos del uso de esos criterios a través del análisis de seis temas propios a la discusión sobre carreras en el servicio público: remuneración, selección, reclutamiento y desarrollo, movilidad, ascensos, carreras para agencias ejecutivas y el control social de la burocracia.
With the advent of managerial administration within the State apparatus, as a complement to bureaucratic administration, one notices a certain turbulence in the personnel management in public administration, ensuing from the abrupt absence of solid conceptual grounds enabling one to think the administration of the State’s human capital within a context of change. This article tries to establish the basis for the redemption of these grounds, by proposing three criteria for career design: an incentive structure, the governance mechanisms and the management of knowledge. Then one gives examples of the use of such criteria by means of the analysis of six subjects pertaining to the discussion of careers in public service: remuneration, selection, recruitment and development, mobility, promotion, careers for executive agencies and the social control of bureaucracy.
Palavras-chave: administração gerencial;  gestão de pessoal;  capital humano;  carreira;  desenho de carreiras;  estrutura de incentivos;  mecanismos de governança;  gestão do conhecimento;  servidor público
Objetivo: O artigo objetiva apresentar três critérios de design de carreiras: a estrutura de incentivos, os mecanismos de governança e a gestão do conhecimento
Público alvo: servidores públicos e sociedade brasileira
Observações/Notas: ISSN impresso: 0034-9240
ISSN eletrônico: 2357-8017
URI: http://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1495
Aparece nas coleções:Revista do Serviço Público: de 1991 a 2000
Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
1998 Vol.49,n.3 Ramos.pdf90,78 kBAdobe PDF Thumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens da Biblioteca Digital são de acesso aberto para uso não comercial, desde que citada a autoria e a fonte. Salvo quando outras restrições estiverem expressas no termo de uso.